E se você soubesse dos 13 princípios que regiam a forma de pensar dos 500 homens mais poderosos e influentes do século XX? Pense e enriqueça é o livro de Napoleon Hill, publicado em 1937 com mais de 30 milhões de cópias vendidas em todo o mundo. Neste post, vamos ver algumas das melhores ideias desse livro.

Este é um dos livros que deram origem aos mais diversos livros de educação financeira e desenvolvimento pessoal. É como se fosse um dos pontos de partida para tudo que já foi escrito hoje nessa área.  Se você gosta deste tipo de livro, este é um livro que você deve ler. Ao falar de enriquecimento, Napoleon Hill na verdade se referiu a todas as esferas da sua vida, não só material, mas também emocional, espiritual e social.

Napoleon Hill estudou durante sua vida os feitos dos grandes empresários americanos, como Andrew Carnegie, Thomas Edison e Alexandre Graham Bell, se tornando famoso pelo seu livro Quem pensa enriquece e A lei do Triunfo.

Então, vamos lá às 10 grandes ideias desse livro.

Ideia 1 – Mindset

Mindset é como se você sua forma de pensar. Eu sei que o nome Pense e Enriqueça parece aquelas promessas milagrosas de enriquecimento, mas não é. Assim como o Pai Rico, Pai Pobre, cujo vídeo você pode ver aqui, tudo se relaciona a forma de pensamento.

É muito mais a pessoa que você vai se tornar ao longo da sua vida, do que o seu trabalho em si. Por exemplo, se você pegar uma pessoa de muito sucesso, que foi responsável por ele e tirar tudo que ela tem, é muito provável que daqui a 10 anos eles recuperarão tudo de novo.

Ideia 2  – Pensamentos são coisas

O grande sucesso desse livro se deve ao fato de ele mudar sua forma de pensar. Pensamentos são coisas sim. Inclusive você pode observar as implicações fisiológicas de seus pensamentos no seu corpo. Veja um vídeo triste e veja suas lágrimas. Assista a um show de humor de percebe as endorfinas no seu corpo. Pense sobre uma lembrança agradável e veja o sorriso no seu rosto. Tudo começa com um pensamento que em seguida vai se transformar numa ação.

Nosso cérebro é um órgão EXTREMAMENTE poderoso, mais poderoso do que qualquer computador que já existiu. Dê uma olhada em tudo a sua volta. Tudo isso que foi construído pelo homem foi fruto da nossa inteligência. E você deve ter cuidado com o que você alimenta sua inteligência, que será influenciada diretamente pelas coisas a que você se expõe. Lugares, pessoas, ideias, o que você assiste.

Quer um exemplo? Você já conviveu com uma pessoa totalmente fora da curva? Aquela pessoa que fez um grande impacto na sua vida só pelo fato de você ter convido com ela e muda sua forma de pensar. Pode ter sido um familiar, um professor ou algum amigo. Aquela pessoa que te fez enxergar as coisas de modo diferente. Ou não sei se você já teve a oportunidade de viajar para fora do país ou conversar com algum estrangeiro e se deparar com uma nova realidade, uma nova forma de pensar, que a partir dali te fez mudar seus pensamentos.

Sabe essa sensação, pois é. Se exponha mais a esse tipo de influência, alimente sua mente com coisas positivas e que te façam evoluir. Cut the crap!

Ideia 3 – Desejo ardente

Daí Napoleon Hill fala que você deve ter um desejo ardente por algo, você deve querer algo como se fosse uma obsessão.

Falar de desejo em si é bem abstrato. Pense no seu ciclo de amigos aquela pessoa que fez TUDO para conseguir passar numa prova, num concurso ou montar uma empresa, aquela que dizemos que “venceu na vida”. Esse é o tipo de mentalidade que você quer ter para os seus projetos também.

Se seus pais querem que você seja um médico, mas você tem um gosto e talento para música, você nunca será um bom médico, pois você não tem o desejo de se tornar um e será um frustrado pelo resto da vida.

O livro traz a história de que Em 1519, o capitão Hernan Cortés desembarcou em Vera cruz para iniciar suas grandes conquistas na América e ordenou a seus homens que queimassem os navios, como se fosse uma versão mais emocionante do Piratas do Caribe. A lição é se render é fácil quando você tem opções. Será que você não está se escondendo em algum refúgio que na verdade está te impedindo de fazer o que você quer?

Ideia 4 – Conhecimento especializado

Nesse princípio vamos quebrar um ditado comum.

Conhecimento não é poder. Conhecimento especializado é PODER.

Não adianta você saber a capital da Birmânia ou as ligações polivalentes das cadeias de carbono de uma molécula. Ou todas as letras de incontáveis leis ou as teorias da administração, se você não puder trazer para o mundo real, para prática.

Quando você estiver aprendendo alguma coisa, faça o link com a realidade. Como eu vou aplicar esse conhecimento da minha vida?

O Timothy Ferris, autor do livro “Trabalhe 4 horas por semana”, outro livro que recomendo demais, fala sobre a dieta de informação que devemos fazer. A gente deve controlar o que nossa mente processa e não deixar nos expor a tudo que a mídia e a Internet te expõe, como misérias e informações sem utilidade. Eu, por exemplo, parei de assistir TV já há alguma tempo. Aqui no Brasil principalmente há uma exploração demasiada de notícias de tragédias, que quer queira quer não nos fazem MAL.

Ideia 5 – Planejamento organizado

Um homem sem um plano é como um navio sem rumo. Você vai apenas ficar boiando no meio do mar. Para o que você quiser realizar, você vai precisar de um plano organizado.

Para isso, você vai ter também que superar um bloqueio mental nosso que se chama de paralise pela análise. Basicamente, é quando você não consegue agir porque você fica vendo apenas o TODO, sem perceber que para fazer o seu projeto, você deve começar com passos de bebê.

Por exemplo, se você tem algum projeto que você quer realizar, qual é o primeiro passo que você pode tomar hoje para concretizá-lo? È comprar um livro, ir para um seminário ou fazer algum curso online, é ligar para alguém e digitar no Google: como fazer um site? Se você quiser começar a ler um livro, não fique pensando nas 300 páginas. Pense nas 2 que será sua meta diária.  O que que você pode fazer AGORA para iniciar o seu projeto?

Agooora!

 Ideia 6 – Crença

Uma outra passagem muito bacana do livro é a que fala que as únicas limitações que temos são as que colocamos em nossas mentes.

Existem milhões de pessoas que se acreditam fadadas à situação que vivem, como se houvesse uma força invisível que as prendesse àquela situação. Para demonstrar essa ideia, eu vou te mostrar essa foto.

Todo mundo tem amarras mentais, eu, você, o Donald Trump. A questão é que a gente se torne conscientes delas e as possa desamarrá-las sempre que possível. Tipo, você pode parar para se perguntar porque você não pode conseguir certas coisas e na verdade ver que são amarras mentais.

Ideia 7 – O poder da autossugestão

O autor fala que se você quiser conseguir alguma coisa na sua vida você tem que acreditar que você pode conseguir aquilo. Para isso ficar mais concreto, você pode rodar um filme mental do que você quer conseguir e repeti-lo diariamente.

Pesquise um pouco sobre visualização. É uma técnica usada por grandes personalidades, como Will Smith, Oprah Winfrey e Michael Phelps.

Eu rodo constantemente o filme do projeto desse canal. Eu sempre me vi como um educador, adoro ensinar e tocar a vida de pessoas. Durante meu período na Alemanha, passei um ano lá, eu tive contato com ideias que realmente mudaram minha forma de ver o mundo e por isso resolvi criar o canal e influenciar o máximo de pessoas aqui no Brasil para ler mais e ter uma vida mais consciente do mundo em que vivemos.

Ideia 8 – O hábito da decisão

A procrastinação é o oposto da decisão.

Napoleon Hill fala que pessoas de sucesso tomam decisões rapidamente e as mudam bem devagar.  Às vezes, a gente tem o hábito de ficar remoendo uma decisão sem toma-la, daí ficamos deixando pra depois e acabamos não fazendo nada ou pagamos para ver o que vai acontecer. Você pode fortificar seu músculo de tomada de decisões, tomando mais decisões. Imagina quantas decisões os grandes executivos das grandes empresas tomam todos os dias. Com o tempo, vai ficando mais natural.

Uma passagem interessante do livro fala que seria benéfico que toda faculdade deveria treinar seus alunos para o hábito da decisão para que ele tivesse as habilidades necessárias para dizer o que ele queria construir na vida e saísse dali pronto para construir alguma coisa.

O mundo tem o hábito de abrir caminho para aquele cujas palavras e ações demonstram que ele sabe para onde está indo.

Ideia 9 –  Persistência

Existe uma tendência cognitiva da mídia que engana muita gente. Nós pensamos que as pessoas de sucesso nasceram com sucesso porque assim a mídia mostra, entretanto existem vários anos e anos de esforços. Nós devemos lutar contra essa tendência cognitiva de disponibilidade, o que é isso? È pensar que as coisas são fáceis. Elas demoram tempo e paciência para construir. Você não vai ser tornar o próximo Bill Gates da noite para o dia, que por sinal passou dez anos trancado num cubículo não tentando nada para mostrar para o mundo. Ele se ele tivesse desistido após um ano? E se ele tivesse desistido após 5 anos? Nós não teríamos o Windows hoje.

As pessoas da nossa geração tem muita pressa para que as coisas aconteçam rápido. A gente quer que tudo seja maravilhoso da noite para o dia. Caaaaalma! Pacieência e persistência.

Ideia 10 – Grupo mastermind

Este princípio se alinha com o sexto hábito das pessoas altamente eficazes do Stephen Covey de criar sinergia, cuja resenha você pode ver aqui. É dito que você é a média das 5 pessoas com quem você passa mais tempo. Chame alguns amigos com que você possa compartilhar suas ideias. Chame um professor ou seu chefe para um almoço. Se aproveite da soma dos anos de experiência de vocês e veja que ideias podem surgir e que podem te ajudar.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário