Estoicismo na Prática e a Falta de Água

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Compartilhe com uma pessoa agora e ajude-a com uma boa ideia!

O estoicismo numa falta de água temporária

Faltou água aqui por uma manutenção na caixa e lembrei desta lição de estoicismo para você e para mim.

Quantas vezes tomamos por triviais coisas básicas de nossas vidas?

Água? Saneamento? Roupa? Transporte?

O celular/computador/TV através do qual você está assistindo esse vídeo?

Sêneca nos ensina o seguinte:

“Separe um certo número de dias, durante os quais você ficará satisfeito com as coisas mais escassas e baratas, com roupas grossas e ásperas, dizendo a si mesmo:“ É essa a condição que eu temia? ”

É normal perder contato com a realidade e começar a achar tudo trivial.

Você sabia que 100.000.000 de brasileiros não tem acesso saneamento básico e 34.000.000 à água potável?

No mundo, 2.400.000.000 (2,4 bi) de pessoas não têm esgoto em casa e 800.000.000 não podem abrir a torneira e ter água limpa.

Pare e reflita sobre essa realidade.

100.000.000 são como 2.000 estádios de futebol lotaaaaaados de gente.

Almejamos, queremos, sonhamos com o dia de tal coisa “x” e, quando alcançamos, pouco tempo depois relevamos e se tornar algo banal – como abrir a água da torneira.

Adaptação Hedonista

Foi o que os filósofos Shane Frederick e George Loewenstein chamaram de adaptação hedonista, que seria equivalente a esteira de insatisfações em que andamos durante nossa vida.

Tão banal quanto ganhar na loteria, acredite. 

Para amenizar essa adaptação, devemos deliberadamente tentar não tornar trivial as coisas que nós temos, por isso o exercício da reflexão e gratidão se torna tão importante.

Vez por outra, tenha contato com pessoas em situações piores que você.

Reflita como é bom ter seus amigos e familiares vivos.

Como é bom andar.
Como é bom ter água e esgoto em casa.
Como é bom não estar doente.
Como é bom…(você decide).

Esse é o estoicismo na prática. Um exercício tão simples – mas que tanto esquecemos.

Espero que tenha feito sentido para você e leve algumas ideias consigo!

Aprenda algo todo dia,
Do amigo Aleno

Você também vai gostar de ler um destes Artigos: